Coloque aqui seu email para receber as novidades do blog

domingo, 22 de junho de 2014

GRANDES PORCARIAS DA HUMANIDADE

CACHORRO QUENTE




Como diria lá o alemão: "leis são como salsichas, é melhor não saber como são feitas".

Mas como desprezar essa maravilha clássica das comidas de rua?

Quem pode nos alimentar bem (leia-se encher a barriga), ter proteínas, carboidratos e gorduras saturadas de maneira rápida, podendo ser achada em vários lugares a qualquer hora do dia ou da noite, ser de fácil preparo e de consumo rápido e o mais importante: é bem barato....

Qual pessoa minimamente saudável nunca experimentou ao sair da faculdade à noite, na fase de dureza de estudante universitário, ou na madrugada, depois da balada, ou ainda na larica mesmo???

O casamento do pão, com aquele molho ralo com pedaços de tomate e cebola, com a carne bovina, suína mecanicamente separada (nome pomposo para o resto da sobra das carnes utilizada em outros produtos, gordura, sal, corante, mais sal, mais corante, mais gordura, conservadores e realçadores de sabor) mais aquela maionese de procedência duvidosa é perfeito.

Ideal é comer os de rua, pois não é incomum achar as “promoção de dois réau” com um copo de refrigerante Indaiá de laranja e uma batata palha sabor óleo pra lá de suspeita.... Uma refeição completa, pois.


Estatisticamente, o cachorro quente mata 70 pessoas por ano ao redor do mundo, sendo mais letal que ataques de tubarão, esses simpáticos animais aquáticos, que matam 5 pessoas por ano. Pra quem duvida essa relevante pesquisa está no http://hypescience.com/20-causas-de-morte-mais-provaveis-do-que-um-ataque-de-tubarao/