Coloque aqui seu email para receber as novidades do blog

quinta-feira, 26 de janeiro de 2012

LET'S TALK ABOUT: CINEMA

Acho que já disse aqui que não gosto muito de filmes com finais felizes e numa dessas muitas noites insones achei na televisão um filme muito trash, muito mesmo até para os meus padrões. O seu nome: Pink Flamingos.

Bizarro começando pela personagen principal: Uma drag queen que junto com sua família compete pelo título de "a família mais sórdida do mundo" e que faz de tudo para conseguí-lo. Desde prender, violentar e engravidar as namoradas do filho da personagem principal e depois vender os seus filhos para casais de lébicas, prática de incesto e coprofagia, entre outras coisas igualmente escatológicas.


Somado a isso a qualidade das imagens, locações muito toscas e "atuações" dos "atores" fazem do filme um espetáculo grotesco.

O filme é do começo dos anos 1970 e, pelo que li, até hoje é uma referência do que chamam de exploitation esse genêro de filme.

Definitivamente não é recomendado para pessoas com estômago fraco.

Pink Flamingoé tão ruim que acaba se tornando interessante de se assistir.


Postar um comentário