Coloque aqui seu email para receber as novidades do blog

terça-feira, 12 de março de 2013

O IMPORTANTE É TER HISTÓRIAS PARA CONTAR

Ou causos da vida rural.

Essa eu não vivi, mas que o fez é pessoa que não inventa e conta com tanta fé que é impossível não dar crédito.

Pois bem, trabalho em uma fazenda e, apesar de atuar como Contador, eventualmente fazemos visitas à campo para conversar com as pessoas e viver um pouco os números que a gente processa diariamente.

Essa fazenda tem cerca de mil habitantes, entre funcionários, parceiros e agregados, cada um em sua casa, vivendo a sua vida. Como não poderia deixar de ser muita gente tem cachorro e que este faz parte da família e é exatamente um desses animais o personagem principal da história que vos conto:

Estava o colega visitando a casa da família parceira para coletar informações e esse cachorro começou a latir devido a presença do estranho no lugar. E o cachorro latia, girava, avançava, corria  e latia, até que a dona, que estava na lavoura chegou até a frente da casa e grita com o cachorro: "sai daí Cobre cheque"!!!

Cobre cheque era o nome do cachorro e o colega curioso pelo inusitado nome do cão, já que estamos acostumados a nomes comes como lulu, totó, preto, etc.. perguntou qual era o caso daquele nome.

A parceira, enquanto afastava o cachorro disse que era uma homenagem a um presidente da república.

Enquanto meu colega ficava mais curioso e espantado, já que não conseguiu relacionar o nome à pessoa e por ser a primeira vez que a um cachorro era dado o nome de um presidente, a parceira emendou: Cobre cheuqe é o sobrenome (?????) o nome dele mesmo é Juscelino...JUSCELINO COBRECHEQUE!!!!! Presidente do Brasil..............

Vida na roça é assim: cada mergulho é um flash!




Postar um comentário